jobmobile.org logo
Android app on Google Play

Jobmobile News - Notícias do mundo do trabalho



 

Voltar para a Página de Notícias

 
 
2018
 
2017
 
2016
 



 

Delinquência

13-Janeiro-2018 - rcaap.pt



A literatura defende que, sujeitos com padrões de vinculação inseguros tendem a ingressar mais facilmente em contextos de delito, e consequentemente associar-se a pares destas subculturas. Do mesmo modo, uma maior proximidade a pares desviantes, aumenta a vulnerabilidade e exposição a situações de risco e violência, o que se traduz numa maior propensão para a vitimação. Assim, o presente trabalho tem como foco geral, a caracterização do fenómeno da vitimação em indivíduos com trajetórias de delinquência, e em específico, identificar padrões de vinculação predominante; recolher informação sobre experiências de vitimação, de forma a identificar a presença de um padrão de vitimação na população em análise; captar a perceção dos inquiridos a respeito destas vivências; e procurar eventual ligação entre a experiências de vitimação e estilos de vida desviantes. Os resultados obtidos com uma amostra de 64 indivíduos, confirmam a predominância do padrão de vinculação inseguro (60,94%), e a elevada frequência da sobreposição ofensor-vítima (79,69%). Como esperado, também se verifica que indivíduos envolvidos no crime de tráfico de drogas (56,9%) assumem maior propensão para se tornarem vítimas de violência e crime. Os resultados demonstraram uma tendência para que os crimes sejam perpetrados por conhecidos (62,7%), reforçando assim o elo entre experiências de vitimação e estilo de vida desviante.



Link para o texto completo:
 
http://hdl.handle.net/10284/6393